(Fonte: Google Imagens)

Lucy é uma linda menina de olhos castanhos pele branca e lindos cabelos castanhos claro. Sua mãe é muito atenciosa e sempre preza pelo bem de sua menina.
Há duas semanas receberam um telefonema, sua tia está adoentada precisando que a ajude a fazer algumas tarefas. A primeira vista tudo parece normal e a nossa pequena Lucy se prontifica a ajudar.

A pequena Lucy alegre que só ela, colocou sua melhor roupa e um lindo gorrinho branco que havia ganhado de sua tia. Seguiu durante 40 minutos até seu destino.

Como sua tia mora um puco longe de sua casa, Lucy acabou levando uma cestinha com pequenos lanches para a viajem.

Chegando a casa de sua tia, Lucy bate a porta.

- Tia? posso entrar, vim para cuidar da senhora.

Não ouvindo resposta a doce garota entra na casa, e na entrada não avista sua tia. Não a encontra na sala, nem nos quartos e nem na cozinha. Do fundo de um corredor Lucy escuta um barulho e vai olhar preocupada.

Uma porta de madeira bem trabalhada se encontra ao fim desse corredor, os sons ficaram mais altos, vozes..
Lucy abre a porta que não estava trancada e fica em choque com oque vê: O cuveiro estava ligado em uma temperatura que o banheiro se enchesse de fumaça, um homem alto e com barba cheia a olha em confusão, ele segura sua tia nua com as pernas envoltas em sua cintura. Lucy os encontra no meio do ato.

Os dois envergonhados saem do banheiro em uma tentativa falha de se cobrirem com toalhas. Lucy os olha com nojo.

Não imaginava que a viajem de seu pai seria tão longa e acabaria justo aqui. Ela não imaginava que sua tia e seu pai poderiam fazer o que estavam fazendo agora. Lucy acreditou na doença de sua tia, mas, entendeu que isso era uma desculpa pra tentar fazer com que a casa parecesse sozinha e não levantasse suspeitas.

Lucy saiu batendo os pés em aparente ódio pela traição dos dois.

Foi a cozinha e encontrou facas de diversos tamanhos, ela escolheu a mais bonita.
Escondeu dentro de seu vestido e falou que precisava conversar com cada um deles a sós. Os dois acreditando na ''pureza'' de Lucy acataram sem reclamações.

***

Lucy voltou para casa na manhã seguinte.
Sua mãe lhe perguntou o que havia acontecido, pois, estava suja e coberta de arranhões.

Um lobo mamãe... um lobo.

Desde aquele dia Lucy não se conforma com a traição de sua família, o lindo gorrinho branco ganhado de sua tia está manchado de vermelho. Lucy foi chamada para ser interrogada.

Em seu depoimento ela relata que um lobo entrou na casa de sua tia e despedaçou seu pai e sua tia. A policia encontrou sangue por todo o quarto e restos de carne por toda a casa.

Sua mãe não entendeu o por que de seu marido estar na casa neste momento, Lucy fingiu não lembrar.

Um tempo depois Lucy foi presa, por assassinar sua mãe e deixar escrito em todos os cômodos da casa a frase:

Um lobo.... apenas um lobo...






*Nota final: Olá leitores, esses dias eu estava lendo sobre a chapeuzinho vermelho e decidi fazer munha própria versão deste conto. Oque acharam?

Escrito por: Camila Cruz
Disponível em: Não Entre Aqui e Ler Pode Ser Assustador

2 comentários:

Pages